Uma vacuidade descomunal

Se a ciência nos ensina não apenas que mais de 99% de cada átomo é – em termos de massa – nada mais do que “espaço vazio”, mas também que

Leia Mais

Pedagógico ou esotérico?

Há diferenças importantes entre uma filosofia, uma religião ou uma organização qualquer que se apresenta como “esotérica”, e uma filosofia, religião ou organização que simplesmente apresenta uma ordem pedagógica na

Leia Mais

O longo dedo em riste

Tanto o profeta quanto o filósofo estendem seus dedos e apontam: o profeta aponta indicando; o filósofo questionando e salientando. Mas ambos apontam. Ao fazer isso, eles se esforçam para

Leia Mais

Melquisedeque e os Magos

Duas figuras aparentemente periféricas nas páginas da Escritura manifestam-se de um modo enigmático quando consideradas isoladas, mas começam a irradiar sentido quando vistas em conjunto. Refiro-me à figura de Melquisedeque,

Leia Mais

Chesterton sequestrado

No ano que vem, vou celebrar 50 anos de leitura das obras de G.K. Chesterton, e um pouco menos de leitura de Tomás de Aquino. Mas apesar da minha satisfação

Leia Mais

Corruptio optimi pessima (port.)

  Em Filosofia, os romanos nunca foram páreos para os gregos, mas, com o seu instinto prático e amor à concisão linguística, eles nos legaram uma nutritiva colheita de aforismos

Leia Mais

Um outro sentido da diversidade cristã

Estamos acostumados a ouvir que a prodigiosa multiplicação de denominações cristãs, sobretudo protestantes – algumas estimativas falam de algo perto de 30.000 – é uma evidência de que os cristãos

Leia Mais

Duas lágrimas

  Nossas vidas emocionais parecem simples. Choramos, rimos. Toda criança faz isso. Presumimos que sofisticação, paradoxo e mistério sejam reservados para as atividades mais adultas da razão e reflexão. Quando

Leia Mais